terça-feira, 6 de outubro de 2015

Meditação/Nadia Malta/ALICERÇADOS SOBRE A ROCHA OU SOBRE A AREIA?

ALICERÇADOS SOBRE A ROCHA OU SOBRE A AREIA?

 “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína”. Mateus 7.24-27,

                                                                                   


Fortaleçamos os nossos alicerces espirituais. Nunca os ventos foram tantos e as enchentes tão intensas! O texto traz a ilustração do tipo de construção espiritual que o Senhor espera que sejamos. Uma construção feita para resistir! Neste capítulo, Jesus traz outras ilustrações para ensinar a mesma coisa. Fala de dois caminhos e também fala do tipo de árvore e de seus respectivos frutos. Quando professamos uma fé genuína, essa fé logo é evidenciada pela nossa postura, sobretudo, em face às adversidades. Temos falado incansavelmente sobre as dificuldades enfrentadas em nossa caminhada cristã. A Bíblia fala sobre esse assunto inúmeras vezes. O livro do profeta Habacuque é um bom exemplo a ser seguido. Ali somos instruídos pelo Espírito Santo através daquele homem e Deus a continuar firmes no Senhor mesmo à despeito das circunstancias. No início do texto, ouvimos dos lábios do próprio Senhor Jesus Cristo sobre a firmeza que precisamos ter nele que é a Rocha eterna.   Vivemos num tempo em que se apregoa um evangelho raso e de facilidades, onde as pessoas invertem os papéis e passam a dar ordens a Deus para que cumpra os seus desejos pessoais mais absurdos. Por isso mesmo não é fácil falar da Verdade, da forma como ela nos é apresentada nas Escrituras Sagradas. Somos tratados por muitos como uma casta inferior de crentes que não obtém lucros com sua fé.   

Jesus ilustra a nossa firmeza Nele através da figura dos dois construtores e seus respectivos fundamentos. Primeiro o Construtor Prudente. Na versão de Lucas (Lc.6.48) diz que este construtor  cavou, abriu profunda vala e lançou o seu alicerce sobre a rocha (Cristo). Quando pensamos numa construção material nesses termos, logo perceberemos que esta casa é uma sólida edificação. Essa construção resistirá às intempéries e permanecerá firme. Esse prudente construtor é comparado àquele que ouve a Palavra de Deus e a pratica. Este permanecerá firme no Senhor assim como o profeta Habacuque, que apesar das circunstancias permaneceu esperando, se alegrando e confiando em Deus. Todos os dias enfrentamos tempestades e enchentes. Qual o verdadeiro estado da nossa construção espiritual? Resistiremos ou ruiremos?

 Segundo, ele apresenta o Construtor Insensato. Diferentemente do anterior, foi insensato e construiu a sua casa sobre a areia. Não precisamos ser conhecedores no assunto para perceber que uma construção dessa não aguenta a ação do tempo. Na primeira tempestade ou vendaval, ruirá. Esse construtor é comparado àquele que ouve a Palavra de Deus e não a pratica. O alicerce da parábola em questão é a obediência à Palavra de Deus. Jesus é a Rocha sobre a qual esse alicerce deve ser edificado. A obediência comprova a fé verdadeira. Esse construtor não compreendeu esse princípio. Assim como muitos em nosso meio. Os dois construtores tinham objetivos em comum. Ambos desejavam construir boas e sólidas casas. Contudo, quando veio a tempestade, uma delas ruiu. Qual a diferença das duas construções? O alicerce. Assim, a segunda casa sobre a areia, é a falsa profissão de fé, que só dura até a tempestade (a hora da prova).
Aqui cabem algumas perguntas. Como está a nossa profissão de fé? A nossa vida de fato mudou? Estamos produzindo frutos de piedade para Deus? Temos resistido às tempestades da vida? Se até aqui respondemos afirmativamente a essas questões, então glória a Deus, é porque o nosso alicerce está firmado sobre a Rocha eterna que é Jesus Cristo. A nossa profissão de fé é verdadeira. Nadia Malta. http://ocolodopai.blogspot.com.br/





Nenhum comentário:

Você poderá gostar também de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...