domingo, 31 de maio de 2015

Meditação/Nadia Malta/VOLTEMOS PARA DEUS!

VOLTEMOS PARA DEUS!

 “Converte-nos a ti, Senhor e seremos convertidos; renova os nossos dias como dantes”. Lamentações 5.21.

                                          


Clamemos por uma genuína conversão. A igreja é agencia de salvação, não supermercado de bênção! O texto citado faz parte das palavras finais de Jeremias no Livro das Lamentações. Na verdade, o contexto final vai do versículo dezenove até o vinte e dois. O profeta Jeremias aqui, em nome de Jerusalém, invoca a glória do Senhor sobre o seu povo assolado e arrependido. No capítulo três encontramos o profeta redescobrindo a esperança no meio da agonia de uma nação devastada. O profeta ali resolveu tirar os olhos da miséria ao seu redor e colocá-los nos atributos imutáveis e eternos de Deus como: misericórdia, fidelidade e bondade. É isso que precisamos fazer. O livro das Lamentações é formado de cinco poemas fúnebres escritos para o funeral da nação morta. Jeremias termina o poema clamando ao Senhor por sua misericórdia sobre seu povo. Na verdade, todo o capítulo cinco é um clamor por essa misericórdia.
No meio do povo de Deus, especialmente em nossos dias, temos visto com assombro ministrações sincréticas que não têm encontrado respaldo na Santa Palavra de Deus. O povo tem sido enredado com invólucros feiticeiros como diz o profeta Ezequiel, que apenas têm a aparência de piedade. No intimo essas práticas têm sido um verdadeiro desserviço ao verdadeiro Evangelho, que “é poder de Deus para todo aquele que crê”, gerando toda uma geração de “crentes” emocionalmente doentes e dependentes de líderes despreparados. John Piper diz que “cristãos fracos não resistirão aos dias que virão!”. A igreja contemporânea tem perdido o foco, se desviado, se profissionalizado e precisa urgente de uma nova reforma.  Teologias oportunistas têm encontrado lugar em nossos redutos. Como a teologia do medo e da prosperidade que têm imperado em nossos dias. Existe uma fórmula simples e infalível para os que querem andar em novidade de vida: Obediência gera santificação; santificação gera autoridade e autoridade gera vida abundante. Aí está a verdadeira libertação. Contudo, é necessário: conversão genuína, encontro verdadeiro e transformador com Jesus Cristo, sem isso não há mudança de vida. Precisamos urgente voltar ao primeiro amor e nos converter ao Deus vivo de quem tanto temos nos afastado! O clamor de Jeremias ecoa em nossos dias.
A metodologia de Deus quanto à libertação do seu povo continua a mesma de geração a geração: arrependimento, confissão, abandono de pecado e conversão verdadeira. Tudo isso na dependência absoluta de Deus, não de homens. A salvação é obra divina não humana. Precisamos resgatar a volta para a Palavra de Deus e reaprender a chorar diante de Deus pelos nossos pecados. Olhar para essa Palavra com um olhar investigativo e aplicar seus métodos infalíveis, porque não são métodos de homens, mas de Deus. Por meio do profeta Jeremias encontramos o clamor de Deus pelo seu povo: “Se voltares, ó Israel, diz o Senhor, volta para mim; se removeres as tuas abominações de diante de mim, não mais andarás vagueando”. Voltemos ao Senhor! Nadia Malta. http://ocolodopai.blogspot.com.br/



Nenhum comentário:

Você poderá gostar também de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...